Saltar para o conteúdo principal
Breadcrumbs

35 CoLAB certificados pela FCT podem candidatar-se a financiamento

Tópicos

Até dia 15 de março de 2022, os 35 Laboratórios Colaborativos (CoLAB) reconhecidos até dezembro de 2021 pela FCT podem responder à Manifestação de Interesse para financiamento público lançada pela Agência Nacional de Inovação (ANI), através da Missão Interface, no âmbito da Componente 5 “Capitalização e Inovação Empresarial” do Plano de Recuperação e Resiliência.

Trata-se de um financiamento público de base até junho de 2026, com uma dotação de 80 milhões de euros, e que tem por objetivo apoiar a qualificação, a modernização dos equipamentos, a formação técnica dos ativos e o apoio a recursos altamente qualificados pelos CoLAB. Além deste apoio, a ANI encontra-se a promover também as candidaturas ao processo de reconhecimento dos Centros de Tecnologia e Inovação (CTI), que será atribuído pelo membro do Governo responsável pela área da economia para um período de seis anos. O prazo de submissão de candidaturas termina a 15 de março de 2022.

Os CoLab, atualmente, já criaram mais de 560 postos de trabalho, dos quais 174 (32%) para doutorados, e atuam em 8 principais áreas temáticas: Agroalimentar; Biodiversidade e Florestas; Clima, Espaço e Oceano; Digital e Sistemas de Comunicação; Energia e Sustentabilidade; Materiais, Economia Circular e Sustentabilidade Urbana; Saúde; Serviços Sociais e Turismo.

No âmbito do Portugal 2020, já decorreu anteriormente um convite para apresentação de propostas para financiamento dirigido aos CoLAB com o título atribuído pela FCT, no domínio Temático da Competitividade e Emprego – Fundo Social Europeu, com vista ao apoio às atividades destas instituições, nomeadamente à Contratação de Recursos Humanos Altamente Qualificados. O financiamento foi atribuído a 27 Laboratórios Colaborativos, pelos Programas Operacionais Regionais Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve do PT 2020 no montante de 59 397 868€ e através de Receitas de Impostos da FCT no montante de 11 838 306€, destinado a suportar as despesas gerais de funcionamento decorrentes da implementação da Agenda de Investigação e Inovação do CoLAB, tendo como limite máximo de financiamento 20% dos custos elegíveis no âmbito do Convite acima mencionado.

A FCT assegura o processo de reconhecimento dos CoLab que é válido por um período de cinco anos, renovável, após um processo de avaliação por um painel de peritos internacionais. A ANI é a entidade que acompanha a implementação da agenda de investigação e inovação assim como o processo de financiamento dos CoLAB.