Saltar para o conteúdo principal
Breadcrumbs

Centro Internet Segura lança app nos mercados iOS, Android e Microsoft

Tópicos

Trata-se dum jogo desenvolvido para jovens a partir dos 12 anos que alerta para os perigos da Internet. Vírus, trojans, malware, Ads, worms, SPAMs são alguns dos “inimigos” que os jogadores terão de enfrentar na app INES Batalha do Ciberespaço. Ao estilo de “Guerra das Estrelas”, este jogo desafia os utilizadores a entrar no universo digital para bloquear os ataques maliciosos de Dark Server, o vilão que quer conquistar o ciberespaço. A app inclui ainda um quizz com cinco perguntas por nível, que quando respondidas acertadamente permitem aos jogadores recolher “energia” para defender a cidade. A aplicação está disponível para iOS, Android e Microsoft.

Este novo jogo foi lançado durante o Seminário Faz a tua Parte por uma Internet Melhor, que envolveu especialistas de diversas áreas de atuação da sociedade na discussão sobre temas como identidade digital, comportamentos e dependências online, proteção de dados e privacidade.

O programa deste seminário incluiu também a apresentação de projetos nas áreas da inclusão social, igualdade de género, educação digital e educação global. Miguel Silva, do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, apresentou o programa de formação à distância para a Educação Global e o trabalho do Centro na dinamização de atividades para a promoção dos Direitos Humanos, do Diálogo Intercultural e da Cidadania Participativa.

No âmbito da sensibilização para a utilização responsável da Internet e das tecnologias foram apresentadas as diversas iniciativas levadas a cabo pelos parceiros do Consórcio Centro Internet Segura. Exemplos destas boas práticas são o projeto SeguraNet – Navegar em Segurança da Direção-Geral da Educação e a iniciativa The Web We Want da rede Insafe, ambos direcionados à comunidade educativa. 

jovens

Para falar de A vida para além do like foram convidados João Pedro Damas, Embaixador da Juventude para a Segurança na Internet, Vasco Touguinha, representante do Conselho Nacional de Juventude, Mário Silva da Associação Bué Fixe, Rita Cameiro Brito da Rede Jovens para a Igualdade e Tiago Gouveia do Programa Escolhas. Este painel de jovens foi conduzido pelo apresentador de televisão, Pedro Fernandes.

Durante cerca de uma hora o público presente partilhou do entusiasmo destes cinco jovens, das suas experiências e do trabalho que desenvolvem junto dos decisores políticos em prol das causas que defendem, e como estão a contribuir para tornar a Internet num lugar melhor e mais seguro.

João Pedro Damas é Embaixador da Juventude para a Segurança na Internet, ou seja, é o interlocutor junto de gigantes como a Apple, o Facebook, a Microsoft, a Google, entre outros, das ideias e dúvidas dos jovens da sua idade [e não só] que estão a dar os primeiros passos no mundo da Internet. O João foi um dos quinze jovens europeus que participou na elaboração do Manifesto da Juventude para a construção de uma Internet melhor, uma iniciativa da Comissão Europeia e da rede Insafe lançada em 2015 e que espelha os desígnios dos jovens para o futuro da Internet. “Queremos uma Internet mais rápida, mais inclusiva e de acesso livre

Mário Silva representa a Bué Fixe, uma associação juvenil que apoia jovens que se encontram em situações vulneráveis como desemprego, exclusão social, risco de infeção por DST, entre outras. Em 2013, esta associação foi distinguida no Relatório Mundial da Juventude, da Organização das Nações Unidas (ONU), na categoria de “Boas Práticas” pelo seu trabalho na promoção do acesso dos imigrantes aos programas de prevenção do VIH/Sida. Na área de direitos humanos a Bué fixe faz parte do movimento Ódio Não! a campanha que está a decorrer até 2017 para combater o racismo e a discriminação na sua expressão online.

Rita Cameiro Brito, da Rede de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens destaca o trabalho da associação para “a promoção da igualdade de género no respeito pelos preceitos e orientações das Nações Unidas e da União Europeia. Desenvolve atividades de informação, formação, pressão e influência, investigação, solidariedade e educação e cooperação.”  A REDE promove o ativismo online e offline e está envolvida na disseminação da campanha “No Hate Speech Movement”, participando em eventos nacionais e internacionais.

id

A encerrar o Dia da Internet mais Segura, a peça de teatro ID – a tua marca na Net! com os atores Alexandre da Silva, Pedro Górgia, Tiago Aldeia e Vicente Morais. Esta é uma produção da Fundação PT no âmbito do programa Comunicar em Segurança que está em itinerância desde 2012 nas escolas e teatros do país. Ao longo de cerca de 50 minutos são representadas com humor várias situações que alertam para os riscos da exposição online desde roubo da identidade, reputação digital, cyberbullying, fraude, entre outras.

O Seminário Faz a tua Parte por uma Internet Melhor, realizado no passado dia 4 de fevereiro em Lisboa, foi uma iniciativa do Centro Internet Segura, coordenado pela FCT, em colaboração com a Fundação PT para assinalar o Dia da Internet mais Segura em Portugal.

Vídeos das Sessões

 Relacionado

A Internet é um lugar que vale a pena!

#SID2016#Shareaheart