Saltar para o conteúdo principal
Breadcrumbs

FCT apresentou o Atlas das Unidades de I&D

Tópicos

A FCT apresentou o Atlas das Unidades de I&D (Atlas of Research Units 2022) durante a conferência “25 anos da FCT na Ciência: Oportunidades e Desafios”, que teve lugar no Teatro Thalia, no passado dia 14 de janeiro. A conferência abriu um ciclo de 12 sessões que vão assinalar o 25º aniversário da FCT este ano, que abordarão importantes temáticas para o futuro da ciência em Portugal e na Europa.

O Atlas das Unidades de I&D é uma publicação da FCT que reúne informação sobre as 312 Unidades de I&D selecionadas para financiamento no último processo de avaliação da FCT, nomeadamente dados sobre a sua área de atuação, os trabalhos desenvolvidos, número de investigadores doutorados, entre outros. Estas Unidades integraram o último processo de avaliação, realizado no período de 2017/2018, no qual foi aprovado um financiamento total de 531 Milhões de euros para o período de 2020-2023. 

As Unidades de I&D podem ser entidades integradas em diferentes universidades ou politécnicos, ou constituírem parcerias entre universidades ou ainda possuírem um estatuto independente e funcionamento autónomo. No seu conjunto, cerca de 19 000 investigadores doutorados realizam atividades de investigação nas Unidades de I&D financiadas pela FCT.

A avaliação é feita com base na análise do relatório das atividades realizadas nos anos anteriores e no plano para o período seguinte, sendo complementada com contactos diretos com os investigadores e as unidades com visitas que se realizam às unidades. A avaliação das unidades de I&D realiza-se pela FCT desde 1996, a cada 4-5 anos, com recurso a painéis de avaliadores com peritos internacionais em áreas como Ciências Exatas; Ciências Naturais; Ciências da Saúde; Ciências de Engenharia e Tecnologias; Ciências Sociais; Artes e Humanidades; e Áreas Temáticas. 

A avaliação da qualidade científica e a análise da relevância, mérito e atualidade da atividade realizada pelos investigadores associados à candidatura da unidade de I&D ditam a classificação de qualidade a atribuir às Unidades. A classificação global de “Excelente”, “Muito Bom” e “Bom” atribui às Unidades dois tipos de financiamento:

– Financiamento Base, indexado à classificação global da unidade e à ponderação de investigadores doutorados nela integrados;

– Financiamento Programático, atribuído por proposta do respetivo painel de avaliação em função da apreciação das atividades planeadas pela Unidade de I&D e da deteção de necessidades específicas.

Através do processo de avaliação e financiamento das Unidades, a FCT pretende potenciar o desenvolvimento e a valorização do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em todas as áreas de conhecimento e o seu fortalecimento territorial.

 
ANEXO:
Atlas of Research Units 2022