Saltar para o conteúdo principal
Breadcrumbs

Medicamentos psiquiátricos nos efluentes finais das estações de tratamento de águas residuais (ETAR)

Tópicos

Num estudo do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da Universidade de Aveiro, os trabalhos realizados durante o doutoramento da investigadora Vânia Calisto mostram que as ETAR não eliminam este tipo de compostos. O antiepilético carbamazepina foi encontrado nos efluentes finais das ETAR Norte e Sul de Aveiro em concentrações da ordem dos microgramas por litro, quantidade considerada suficiente para suspeitar de efeitos crónicos, no caso de exposições longas, nos seres vivos aquáticos. A investigadora classifica estes resultados como “bastante preocupantes” quanto à persistência no ambiente, embora as concentrações encontradas sejam inferiores ao descrito em estudos efectuados noutros países da Europa.