Saltar para o conteúdo principal
Breadcrumbs

Portugal aderiu à infraestrutura europeia EU-OPENSCREEN ERIC

Tópicos

Portugal aderiu recentemente ao EU-OPENSCREEN ERIC, uma infraestrutura de investigação europeia de plataformas de triagem de acesso aberto e de grupos de química para a investigação nas áreas da biologia química e da descoberta inicial de fármacos.

Esta infraestrutura, sediada em Berlim, faz parte do Roteiro ESFRI desde 2008. Portugal será o seu 9º membro, juntando-se à Alemanha, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Letónia, Noruega, Polónia e República Checa. Esta será a 13ª infraestrutura europeia do tipo ERIC (na língua inglesa, European Research Infrastructure Consortium) à qual Portugal se associa. 

A missão do EU-OPENSCREEN ERIC é i) acelerar a descoberta de substâncias biologicamente ativas em todas as áreas das ciências da vida, ii) facilitar o acesso transnacional às tecnologias mais avançadas, recursos químicos e biológicos, conhecimento e especialização, iii) promover a elucidação dos mecanismos moleculares de processos biológicos complexos, iv) aumentar o conhecimento sobre a bioatividade de substâncias químicas, bem como as respostas dos sistemas biológicos a essas substâncias, e v) promover a disponibilidade de produtos químicos seguros e eficazes para necessidades ainda sem resposta.

A adesão de Portugal a esta infraestrutura europeia vai impulsionar a colaboração com centros de química e de screening de compostos de topo na Europa assim como facilitar o acesso transnacional a tecnologias e serviços de excelência nesta área. 

A participação nesta infraestrutura europeia será liderada pela infraestrutura nacional PT-OPENSCREEN, que desde 2020 faz parte do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação.

Pode consultar mais informação sobre a participação nacional em infraestruturas europeias aqui.