Saltar para o conteúdo principal

Conselho Diretivo

Breadcrumbs
Conteúdo
‎‎‎‎‎‎‎‎‎‎‎‎‎

Maria Madalena dos Santos Alves

Presidente

Professora catedrática, doutorada em Engenharia Química e Biológica pela Universidade do Minho (UMinho). Foi diretora do Centro de Engenharia Biológica (CEB), cargo que desempenhou de janeiro de 2020 e até assumir funções como Presidente da FCT, a 1 de julho de 2022.

Licenciou-se em Engenharia Química na Universidade do Porto, obteve o grau de mestre em Engenharia Bioquímica pelo Instituto Superior Técnico.

Desempenhou cargos de gestão e coordenação académica e científica na Universidade do Minho, incluindo direções de curso, participações no Conselho de Escola e no Conselho Científico da Escola de Engenharia.

O seu interesse de investigação é no domínio da Biotecnologia Ambiental e orientou ou coorientou estudantes de doutoramento e investigadores de pós-doutoramento nessa área e em áreas de interface. Foi coordenadora, cocoordenadora ou membro de equipa de inúmeros projetos financiados em concursos nacionais e Europeus. Colabora com uma rede de investigadores internacionais, e atraiu para a Universidade do Minho um investigador que viria a ganhar uma ERC AdvG partilhada científica e financeiramente com o seu grupo de investigação. Tem participado em várias comissões de avaliação de agências internacionais, como por exemplo a associação Helmholtz (Alemanha), ou a Fundações de Ciência Irlandesa e Suiça.

Recebeu vários prémios, dos quais se destacam o Prémio Lettinga (2004), financiado por empresas internacionais, BES inovação (2005) e o Prémio Nacional de Inovação Ambiental (2006). Em setembro de 2009 foi distinguida com um doutoramento Honoris Causa pela Universidade Técnica de Iasi na Roménia. Em janeiro de 2016 recebeu o título honorífico de Cidadã de Mérito atribuído pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, de onde é natural.


Francisco João Duarte Cordeiro Correia dos Santos

Vice-Presidente

Professor Catedrático do Departamento de Engenharia Informática do Instituto Superior Técnico (IST), Universidade de Lisboa (UL), e investigador do INESC-ID.

É professor no IST, desde 2012, onde, para além da sua atividade docente e de investigação, desempenhou diversos cargos de gestão académica e científica.

Lecionou um leque variado de disciplinas nos diferentes ciclos de estudos, e foi distinguido com o prémio de excelência no ensino em todos os anos que lecionou no IST.

Doutorou-se em Engenharia Informática pela Universidade Livre de Bruxelas (Instituto de Inteligência Artificial, IRIDIA-ULB, 2007). Foi Investigador Sénior (Chargé de Recherches, FRS-FNRS) no grupo de Aprendizagem Automática (MLG-ULB) da mesma universidade belga, e Investigador Auxiliar no Centro de Inteligência Artificial da FCT/NOVA.

A sua investigação foca a compreensão de fenómenos coletivos que ocorrem desde o nível celular ao comportamento humano. Tem abordados problemas como a evolução da cooperação e de normas sociais, a modelação de acordos climáticos e suas instituições, e o papel da tecnologia e das redes sociais na cooperação entre humanos, entre outros. Estes temas são tratados através do desenvolvimento e combinação de técnicas oriundas de áreas como a inteligência artificial, a biologia matemática, a economia experimental e a física estatística.

O seu percurso como investigador e docente foi objeto de várias distinções nacionais e internacionais, como o Prémio CGD/Universidade de Lisboa 2016, o Prémio de Jovem Cientista 2017 de Socio-Econofísica da Sociedade Alemã de Física (DPG), o Prémio “Blue Sky Paper” da Associação Americana para o Avanço da Inteligência Artificial (AAAI, 2018), o Prémio de Excelência 2022 atribuído pelo Conselho Pedagógico do IST, ou a nomeação para o seminário permanente de jovens cientistas (SJC) da Academia das Ciências de Lisboa (2017-2021).


Amélia Maria Polónia da Silva

Vogal

Professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e membro da Academia Europaea – The Academy of Europe. Doutorou-se em História (2000) e agregação (2009) pela U. Porto, obteve o título de Doutoramento honoris causa em História Marítima pela Université Bretagne Sud (2020).

Desempenhou cargos de gestão académica e científica, de que se salienta a Coordenação Científica, desde 2017, do CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória. Exerceu mandatos de diretora do Departamento de História e Estudos Políticos e Internacionais da FLUP, foi cocoordenadora do European Interdisciplinary Master African Studies, um EJMD Erasmus +. Integrou a comissão científica do European Joint Doctorate (EJD)TEEME (Text and Event in Early Modern Europe) e membro do EJD Marie Skłodowska-Curie MOVES (Migration and Modernity. Historical and Cultural Challenges).

Membro de Advisory Boards de ERC AdvG e Starting Grants, foi coordenadora de diversos projetos de investigação de financiamento nacional (FCT, Fundação Calouste Gulbenkian) e internacional (European Science Foundation, CYTED). Membro de várias Action Cost e de outras redes de investigação internacionais, foi coordenadora e membro de painéis de avaliação de projetos científicos e académicos nacionais (FCT, A3ES) e internacionais: European Science Foundation; FWO (Research Foundation Flanders); NWO (Netherlands); ARSS (Slovenian Research Agency), entre outras.

Foi orientadora científica de projetos de pós-doutoramento, de estudantes de doutoramento (nacionais e internacionais) e supervisionou, no âmbito do CITCEM, a atividade de investigadores juniores contratados ao abrigo de programas de estímulo ao emprego científico.

Membro de conselhos editoriais da Brill e da Ashgate, tem publicado em revistas indexadas na Scopus e Web of Science e em editoras internacionais (Brill, Routledge, Palgrave-MacMillan, Bloomsbury). A sua investigação científica insere-se na área dos estudos pós-coloniais. As últimas publicações centram-se no papel das mulheres como intermediárias e nos impactos ambientais dos processos de colonização ibérica na Época Moderna.

Foi professora convidada em universidades francesas, dos EUA, Israel, Brasil, Argentina e Índia.


António Bob Moura Santos

Vogal

Doutorado em Economia pelo ISCTE-IUL, com a tese “Politica pública orientada para a Inovação Aberta” e possui Mestrado em Ciências do Trabalho (2002) e Licenciatura em Economia (1998), pelo ISCTE.

Em 2021, assumiu o cargo de Coordenador-executivo dos Programas “Impulso Jovens STEAM” e “Impulso Adultos” (Plano de Recuperação e Resiliência), na Direção-Geral do Ensino Superior. Integrou o Conselho de Administração da ANI – Agência Nacional de Inovação (2018-2021), bem como a Comissão Executiva do FITEC – Fundo de Inovação, Tecnologia e Economia Circular, sendo ainda representante das áreas da Ciência e Tecnologia no Conselho Económico e Social desde 2017. Desde 2019 que é Delegado Nacional do Grupo de Trabalho Permanente em Ciência e Inovação Aberta (OSI), do ERAC (Comité do Espaço Europeu de Investigação e Inovação).

Desde 2001 que colabora com vários membros do Governo na área da Política de Inovação, tendo integrado as equipas de conceção, gestão e monitorização do PROINOV (Programa Integrado de Apoio à Inovação), como Adjunto do Gabinete do Primeiro-Ministro, do XIV Governo Constitucional (2001-2002); do Plano Tecnológico e da Estratégia de Lisboa (2006-2009), no Gabinete de Coordenação do Plano Tecnológico e da Estratégia de Lisboa, Presidência do Conselho de Ministros; da Agenda Digital (2015) e Plano Nacional de Reformas (2009-2011), como Adjunto do Secretário de Estado da Inovação e Energia; da Agenda Portugal Digital e do Programa Nacional para o Empreendedorismo e Inovação, (2011-2013), no Gabinete do Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação.

Foi ainda gestor de projetos de inovação na UMIC – Unidade de Missão Inovação e Conhecimento, Presidência do Conselho de Ministros (2002-2005), responsável pela conceção dos programas b-ON, OTIC, NEOTEC e Centros de Excelência, e colaborou com o CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (2013-2016), na área das Smart Cities. Tem ainda experiência como docente no Ensino Superior, sendo autor de vários artigos em publicações científicas e em livros académicos e de artigos de opinião na área da inovação, tecnologia e digital.

Links rápidos
A FCT